[PAPO SÉRIO] Você tem certeza que homossexualidade precisa de cura?

01

Não é de hoje (nem de ontem) que o homem tenta a todo custo se ver livre da homossexualidade alheia. É como se a orientação sexual do outro lhe pesasse sobre os ombros como um fardo mortal. O direito de seu semelhante de amar e de conduzir suas relações afetivas tem sido motivo dos mais brutais atentados ao longo da história.

No outono de 1933, o campo de concentração nazista de Fuhlsbuttel, no norte de Hamburgo, na Alemanha, marcava com triângulo cor-de-rosa os homossexuais que ali chegavam. O então endocrinologista nazista holandês Carl Vaernet castrou e injetou doses muito altas de hormônios masculinos em seus “pacientes” para observar sinais de “masculinização”. Estima-se que 55% dos gays que entraram nos campos de concentração morreram – algo entre 5 mil e 15 mil pessoas.

Hipnose, castração e terapias reparativas foram usadas ao longo da história para alterar as preferências e desejos de centenas de homossexuais. Uma das terapias usadas foi a lobotomia (cirurgia que retira uma parte do cérebro). O número de pessoas submetidas a este tipo de procedimento na Dinamarca foi de 3,5 mil, sendo a última em 1981. Diante de tantos acontecimentos e de séculos de insistência, é impossível acreditar que o ser humano não tenha se dado conta de que ORIENTAÇÃO SEXUAL NÃO É ESCOLHA. Mas se você ainda acha que a causa gay é mimimi ou problematização desnecessária, me desculpe mas eu tenho que chocá-lo com a realidade de quem se encontra nesse contexto.

CASO DANDARA

O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, no Bairro Bom Jardim (Fortaleza), e ganhou repercussão nas redes sociais após o compartilhamento do vídeo que mostra a travesti sendo agredida por um grupo no meio da rua. Após agressões com chutes e golpes de pau, a travesti Dandara dos Santos foi assassinada a tiros.

SHOCKING VIDEO OF TRANSSEXUAL PLEADING FOR LIFE MOMENTS BEFORE BEING BEATEN TO DEATH

CASO JOÃO DONATI

O corpo do jovem João Antônio Donati (18), que era homossexual assumido, foi encontrado com hematomas em um terreno baldio. O acusado confessou o crime e revelou ter asfixiado a vítima.

joao donati

LESBOFOBIA E RACISMO

Ao parar para cumprimentar um amigo que estava no bar na esquina da rua de sua casa, no bairro Jardim Paiva II, na periferia de Ribeirão Preto, Luana foi abordada e espancada por policiais militares e morreu cinco dias depois, em decorrência de uma isquemia cerebral causada por traumatismo crânio encefálico.

luana

 

ESPANCADO POR DEFENDER TRAVESTI

Homem foi derrubado e agredido com socos e pontapés após passar a catraca da estação Pedro II. Segundo a polícia, ele tinha ido defender uma travesti que era perseguida pelos suspeitos.

espancado

CASO ITABERLI LOZANO

Itaberli Lozano, de 17 anos, foi esfaqueado e teve o corpo queimado em canavial em Cravinhos (SP). Enquanto ainda estava vivo, jovem relatou agressões da mãe por ser gay em publicação no Facebook, .

itaberli

TRAVESTI E IRMÃ SÃO ESPANCADAS

Uma travesti e sua irmã (que não tiveram os nomes divulgados), estavam em uma lotação quando os agressores começaram a fazer comentários homofóbicos e agressivos.  Pedestres que passaram pelo local fizeram vídeo das agressões. Nas imagens, a travesti aparece já no chão, cercada pelos agressores, e é chutada diversas vezes. Um homem sem camisa a acerta com um pedaço de pau. Sua irmã tenta defendê-la e também é agredida. Várias pessoas assistem à cena, mas ninguém as defende.

irmã defende travesti

JOVEM ASSASSINADO A CAMINHO DA ESCOLA

Um crime bárbaro motivado por homofobia chocou a população de São Luis, no Maranhão. O estudante Lucas Carvalho, de 17 anos foi encontrado morto em uma trilha na região metropolitana da cidade. O jovem foi abordado por um grupo de homens, quando estava a caminho da escola e foi brutalmente assassinado. O corpo de Lucas foi deixado próximo a uma UPA, apenas de cueca, degolado e com marcas de esfaqueamento.

jovem-gay-e-brutalmente-assassina-a-caminho-da-escola-no-maranhao

Eu lamento bastante em ter que usar imagens tão fortes, mas acredite, somente ilustrando apenas alguns das centenas de casos de homofobia no Brasil (país que mata um homossexual a cada 25 horas) é possível que parte da população entenda a realidade cruel de nosso país.

Em decisão publicada ontem (18/09), o juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, do Distrito Federal, emitiu em caráter liminar, que psicólogos possam tratar gays e lésbicas como doentes e possam fazer terapias de “reversão sexual” sem sofrer nenhum tipo de censura por parte do Conselho Federal de Psicologia (CFP). Esse tipo de tratamento é proibido por meio de uma resolução editada pelo CFP em 1999, já que desde 1990 a homossexualidade deixou de ser considerada doença pela Organização Mundial da Saúde.

A pergunta é: depois de todos os fatos e fotos listados acima, realmente são os homossexuais que precisam de cura?

02

[PAPO SÉRIO] Qual a cor da sua alma?

01
Os negros estavam lá de boa, quietinhos lá na Africa, levando a vida mó sussa. Aí o homem branco gringo vai lá e decide que os negros tem de servi-los (sim, como escravos). Aí traz os negros todos para o Brasil e decide que agora é aqui que eles vão viver. E tome chibatada, e tome trabalho forçado, e tome doutrinação religiosa, e tome negro morrendo (aos MILHÕES).
O homem branco gringo decide também que a terra não é do índio (o índio já estava aqui quando o branco chegou, quer dizer, invadiu), transforma o índio em escravo. Mas pode escravo índio? Não era só negro que virou escravo? Ok, agora pode índio também.
Segue o bonde da loucura com o homem branco gringo dizendo pro índio que ele também não pode mais cultuar seus deuses , nem praticar seus rituais e cerimônias. Agora o índio (assim como o negro) não tem mais o direito de mandar em suas terras, não pode escolher como viver e tampouco decidir sobre suas crenças.
CORTA PRA 2017
O homem branco gringo se miscigenou-se com o negro e com o índio (não temos mais homem branco gringo, agora é tudo mais ou menos a mesma coisa). E esse “povo novo” agora gosta de ir na praia do arpoador e aplaudir o por do sol, mas não pode dizer que isso é coisa de índio afinal não tem cara de índio, mas pode adorar o sol como se fosse índio (mas sem dizer que é índio, entendeu?).
Outra novidade: o “novo homem branco” (que não é gringo e nem sabe se é branco pois acabou se misturando com negro e com o índio), decide que o negro também não pode mais cultuar as suas matrizes africanas. E se persistir em manter viva sua ancestralidade corre o risco de levar pedrada na cabeça ou de ser forçado a ter que destruir com as próprias mãos qualquer tipo de instrumento simbólico que remeta ao passado afro e sua ancestralidade.

O pior é que não dá pra defender ninguém. Sou descendente de maranhenses que na prática é o quarto estado brasileiro a receber o maior número de escravos em nosso país. Pasmem, há quem pense que um branquelo feito eu não possui mérito de lutar por respeito ao negro (ou ao índio).

Ultimamente as coisas tem se tornado tão confusas, não é?

umbanda

(Imagem: Reprodução)

02

10 curiosas regras de etiqueta ao redor do mundo

Quem nunca passou uma situação constrangedora que atire a primeira pedra… Porém, algumas dessas situações que nos deixam envergonhados podem ser evitadas. As regras de etiqueta podem ser entendidas como um conjunto de princípios ou normas que denotam boa educação e bom comportamento. Estas regras definem boas maneiras e bons costumes, tornando a vida cotidiana mais harmoniosa e servindo como um indicador de civilidade. Confira abaixo algumas dicas que podem ajudar a evitar gafes.

charity(1) charity

10 curiosas regras de etiqueta ao redor do mundo

Quem nunca passou uma situação constrangedora que atire a primeira pedra… Porém, algumas dessas situações que nos deixam envergonhados podem ser evitadas. As regras de etiqueta podem ser entendidas como um conjunto de princípios ou normas que denotam boa educação e bom comportamento. Estas regras definem boas maneiras e bons costumes, tornando a vida cotidiana mais harmoniosa e servindo como um indicador de civilidade. Confira abaixo algumas dicas que podem ajudar a evitar gafes.

charity
charity(1)

[PAPO SÉRIO] Sempre é tempo…

01

- “Tô assumidíssima…”

Li a declaração com uma sensação de leveza e felicidade inestimáveis. Não que tenha recebido a notícia como algo novo ou que a informação tenha me surpreendido. É que revirei num átomo de segundo o baú de memórias (tanto minhas quanto alheias) e lembrei o quanto é revigorante a gente se desprender de certas amarras.
E falando em amarras, a gente bem que deveria dia após dia, afrouxar os nós que prendem nossos juízos de valor. Vejamos: o que justificaria eu deixar de amar integralmente um ser humano (seja ele pai, mãe, primo, amigo ou o vendedor de sorvete da esquina) tão somente por conta da sua orientação sexual? Aliás, é bem pitoresco eu deixar de exalar amor apenas porque me incomodo se Antônia anda de mãos dadas com Júlia ou se Adriano beija afetuosamente a nuca de Joaquim.
Embora clichê, nunca é demais a gente colocar um ‘post-it’ na porta da geladeira para lembrar que a vida é curta demais para nos anularmos, nos privarmos de todas as possibilidades de ser feliz que esta existência nos oferece. E nem venha justificar seu atraso intelectual com um sonoro “ah, mas é minha opinião”, ultimamente tenho andado com muita preguiça de dar ouvidos a quem se perdeu nos becos e vielas da ignorância.

Os tempos são outros, guarde no baú seu preconceito que nossa felicidade quer desfilar.

 

hands
02

#TODOSPELAAMAZÔNIA

DIUapm_XgAAiSKz

Em mais um passo para exterminar a Amazônia, o presidente Michel Temer acabou, por decreto, com a Reserva Nacional de Cobre e seus Associados (Renca) – uma área do tamanho do estado do Espírito Santo, rica em ouro e outros minérios na divisa do Amapá com o Pará. A consequência direta será colocar em risco a proteção da floresta e das populações indígenas da região.

Sobrepostas aos 4,7 milhões de hectares da Renca existem também nove áreas protegidas: sete unidades de conservação e duas terras indígenas. A medida vai acelerar a chegada da mineração em áreas de floresta com alto valor para conservação e deixar a região aberta ao avanço do desmatamento e da grilagem de terras na Amazônia.

É o momento de parar com a pilhagem e extermínio da Amazônia! Vamos juntar nossas vozes para deixar claro que não aceitamos os planos do governo para a região.

O decreto da Renca comprova que o governo Temer não tem o menor interesse de dialogar com a sociedade, de ouvir as pessoas que vivem e tiram seu sustento da região – povos indígenas, extrativistas e pequenos agricultores. A decisão também deixa claro o plano do governo para a Amazônia: passar florestas públicas para a iniciativa privada, abrir novas fronteiras para mineração e petróleo e criar infraestrutura para escoar toda a produção.

Não aceitamos:

  • o enfraquecimento do licenciamento ambiental e da fiscalização sobre a mineração;
  • a ocupação de terras públicas de alto valor ambiental;
  • a anistia a crimes ambientais;
  • o ataque a direitos trabalhistas e sociais de populações camponesas e de trabalhadores rurais;
  • o não reconhecimento e demarcação de terras indígenas e quilombolas.

ASSINE A PETIÇÃO E IMPEÇA QUE A AMAZÔNIA VIRE UM DESERTO

Que tal uma dose de detox para as ideias?

Selecionando uma faixa na playlist maravilhosa do #Spotify (isso mesmo caros coleguinhas, finalmente me rendi aos encantos da musica via streaming), senti um alívio na alma em não precisar de televisão para me distrair após um intenso dia de trabalho.
Não que eu ache que não vale a pena ver TV a noite, se você é viciado em novelas então o encorajo a ir fundo. É que além de me trazer uma inexplicável sensação de bem estar, ouvir música não me deixa tenso ou furioso como ao saber que o governo pretende privatizar Aeroportos e a Eletrobras ou que um adolescente indisciplinado (indisciplinado fica por conta da minha gentileza para que não tenha que tratá-lo como o ser asqueroso que é) por um motivo injustificável deu um soco na cara de sua professora.
No meio de toda essa conclusão, me dei conta de que com um pouquinho de esforço a gente se poupa de certas coisas. Aliás, muitas coisas. Já parou pra refletir que desde o começo do dia, os telejornais em boa parte de suas notícias só abordam tragédia e desgraça? Não que eu ache que o mundo seja tão somente isso, mas definitivamente ando bem sem vontade de me abastecer de noticias ruins.
Faz as contas aí na sua casa se tiver interesse e tempo: assista a algum telejornal (em qualquer canal e o que mais lhe agradar), experimente contar quantas notícias foram anunciadas e quais delas são boas no seu ponto de vista.
Mas e aí, Fernandinho. Vou ficar desatualizado só por que tem notícias ruins nos noticiários? Bom, tenho quase certeza que não. Numa era em que a grande maioria nós tem um smartphone em mãos com acesso a internet, ninguém precisa consumir sua cota diária televisiva de tragédia para estar bem informado.
A questão vai muito além disto tudo. Já parou pra pensar a quem interessa que determinadas notícias vão ao ar? A quem elas podem beneficiar (ou atrapalhar)? A que tipo de interesse secundário elas interessam? Psicoses e teorias conspiratórias a parte, ando bem preocupado com meu estado de humor e padrão vibratório mental pra me encharcar dia após dia com conteúdos que não me acrescentam em absolutamente em nada.
Ah! Antes que eu me esqueça, a playlist a qual me referi logo acima se chama “laidback acoustic“. Quando estiver enjoado(a) de todo esse clima denso em que estamos mergulhados, aconselho que ouça e relaxe. Vale a pena!
open-your-mind

(Imagem: Reprodução)

Tá estressado(a)? Que tal meditar?

01

(Imagem: Reprodução)

Há uma frase atribuída a Gandhi que diz:

“Se um único homem chega à plenitude do amor, neutraliza o ódio de milhares”

Eu ainda não medito, infelizmente ainda não. O que não quer dizer que eu não tenha uma profunda admiração por todas as práticas que possam transformar nossa vida e nos tornar pessoas melhores. Descobri por meio do Instagram o canal da Mova Filmes e consequentemente os vídeos da Monja Coen.

Além de todas as dezenas de coisas maravilhosas que ela fala em suas palestras (tem uma playlist AQUI), constantemente ela reforça sobre a importância da meditação em nossa vida.

A meditação oferece inúmeras vantagens para seu corpo, mente e espírito. O descanso que você ganha na meditação é ainda mais profundo que o sono. E quanto mais profundo é seu descanso, mais dinâmica é sua atividade. A meditação tem dois benefícios importantes:

  • Previne o estresse futuro;
  • Libera o estresse acumulado em seu sistema.

Lendo um pouco mais sobre o assunto, encontrei outro vídeo bem agradável de assistir, com explicação de forma prática e didática.


Aos que encaram a meditação com descrença ou como algo banal, é valido reforçar que a prática desta atividade traz o padrão de ondas cerebrais ao estado Alfa, o que promove cura. A mente se torna mais delicada e renovada. Com a prática regular de meditação, conseguimos:

  • Diminuir a ansiedade;
  • Aumentar a estabilidade emocional;
  • Aumentar a criatividade;
  • Aumentar a alegria;
  • Desenvolver a intuição;
  • Ganhar mais clareza e paz na mente;
  • Os problemas se tornam pequenos;
  • Aguça a mente através do ganho de foco e a expande através do relaxamento.

Uma mente aguçada sem expansão causa tensão, raiva e frustração. Uma consciência expandida sem dinamismo pode levar a falta de ação/progresso. O equilíbrio entre a mente aguçada e a consciência expandida traz perfeição. A meditação o torna consciente e sua atitude interior determina sua felicidade.

040c6a76d7ba218223010a20878c2bb3

(Créditos na imagem)

[PAPO SÉRIO] Resignificando sentimentos

01

Com o tempo a gente entende que certas coisas mudam e algumas delas precisam ficar pra trás. Precisam mesmo pois do contrário a gente se cansa de arrastá-las pela vida afora, sem ao menos entender a necessidade de sustentar o enorme peso de cada uma delas. Poucas coisas nessa vida são capazes de explicar minhas mudanças comportamentais e as transformações do meu ponto de vista como uma das letras do saudoso Raul:

“Eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes
Prefiro ser essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”

Estamos aqui todos nós em mais um #DiaDosPais. Mesmo diante de sua controversa importância não se deve negar que para muitos a celebração deste dia tem lá seu simbolismo. Confesso que a data um dia já me assustou, me deslocou grosseiramente para longe da minha zona de conforto e me fez questionar muitas coisas. Hoje não mais. Com o passar do tempo a gente aprende racionalmente a abrir mão de certas coisas para poder alcançar paz de espírito.

Em certo episódio, escrevíamos na escola alguma mensagem bonitinha em um lenço de tecido a ser entregue no dia dos pais. Mas que pai? O que eu não tinha? Para algumas situações nós (adultos) precisamos dimensionar a sensibilidade e vivência de cada um. E tratar a situação com doses cavalares de pena não é ser empático, não sejamos estúpidos. Nenhuma criança (ou adolescente) merece ser vista como “coitada” apenas pelo fato de não ter pai. Diálogo e amor na medida certa já são mais que suficientes.

Nesse processo de substituição de sentimentos aprendi que nem todos os homens são iguais. Por meio de sua postura e de suas ações, alguns deles foram capazes de desconstruir tudo aquilo que eu tinha em mente sobre o descomprometimento paternal. Ao ganhar um sobrinho, fui pego de surpresa na percepção de um irmão que eu ainda não conhecia. Que mesmo tendo convivido toda uma vida ao seu lado, só agora percebi toda a essência de um cara cheio de responsabilidade, amor e cuidado com sua nova tarefa que é cuidar e educar uma criança.

pedros

Ano após ano busco compreender as incapacidades alheias, venho guardando as ‘pedras de julgamento’ em meu bolso para que não machuquem ninguém, afinal cada um acaba sendo o resultado das próprias escolhas. Sigamos em frente, e aos pais: um dia cheio de muito amor ao lado de seus filhos.

02

Conheça algumas das menores casas do mundo

E aí, turma. Tudo bem com vocês?

É bem provável que você não more numa mansão, mas de uma coisa eu tenho certeza: sua residência parecerá um verdadeiro palácio diante do que você verá abaixo. Trata-se das menores casas que existem no mundo. Confesso que dá uma certa sensação de claustrofobia mas até que são bem bonitinhas.

Apesar da falta de espaço, a grande vantagem de morar em uma dessas fofuras é a funcionalidade e praticidade no que diz respeito a decoração, organização e outros quesitos que só uma ‘casinha’ é capaz de proporcionar.

01 - Começamos o nosso passeio lá na Espanha. Nada como uma casa transportável, que pode ser colocada onde você quiser! A ideia foi concebida pelo escritório Ábaton, em Madrid, que projetou uma estrutura de 27 m² com baixos custos que acomoda duas pessoas com muito estilo. E a decoração??? A sala de estar com direito a portas de vidro, acabamentos simples e móveis proporcionais deixa a casinha ainda mais charmosa. O que acham?

01 02 03

(Fonte: Casa de Valentina)

02 - Esta na verdade não é uma casa, mas sim o “Das Park Hotel” (Ottensheim, Áustria). O espaço foi construído a partir de tubos de drenagem reutilizados e incrivelmente robustos. Pode não ser o quarto de hotel que você sempre sonhou em ter a sua beleza, mas será inesquecível com certeza. Curtiu?

04

(Fonte: Edreams)

03 - Que tal morar numa ‘casa que anda’!? Esta por exemplo é um Motorhome (literalmente uma casa sobre rodas, geralmente são ônibus ou vans adaptadas para ser uma casa. Independente do tamanho e luxo, um MotorHome no mínimo deve possuir: banheiro com chuveiro, pia e sanitário, cozinha com pia, fogão e geladeira, uma mesa que também se converte em cama. Ele é sempre autossuficiente, pois tem caixa d’água que alimenta o veículo com uma bomba ligada à bateria).

05

06

(Fonte: Tiny House Giant Journey)

04 - Se você é uma pessoa espaçosa então esta definitivamente não foi feita para você. Bastante estilosa, esta ‘micro residência’ com certeza deve ser uma das menores residências habitáveis da Alemanha.

07

(Fonte: Bored Panda)

05 - O escritor israelense, Edgar Keret, é o primeiro inquilino da casa mais estreita do mundo. Construída pelo arquiteto polonês, Yakubos, a casa ocupa uma estreita faixa de 1,2 metros, localizada entre dois prédios em Varsóvia, Polônia. Ela possui 2 níveis e todas as comodidades básicas para quem não sobre de claustrofobia.

08

09

10

11

(Fonte: O Buteco da Net)