Sorria, você envelheceu!

E aí, turma. Tudo bem com vocês?

Na semana passada tive que baixar e instalar o Skype pra resolver uma questão de trabalho. Mais que de repente voltei no tempo e lembrei da época em que a gente achava mais que futurístico imaginar que duas pessoas pudessem fazer uma chamada de vídeo via telefone. Não muito tempo depois a tecnologia dá um verdadeiro salto no tempo e hoje já é possível não apenas falar/ver alguém que está do outro lado do planeta (e até fora dele), mas também resolver parte de nossas vidas graças a dispositivos eletrônicos.

Estamos ficando mais velhos? Talvez. Porém o mundo tem mudado e se modernizado numa velocidade que nem sequer observamos. Lembrei também de que na minha adolescência eu tive bastante vontade de adquirir um discman (ou um walkman), mas por condições financeiras o sonho nunca se concretizou. O tempo passou e chegamos a uma era que os dispositivos eletrônicos nem sequer precisam armazenar música (já que tudo está na ‘nuvem‘). Tudo muito simples, é só usar o smartphone ou iPod, montar sua playlist com seus artistas favoritos e curtir por horas. Ou se preferir tem Deezer, Spotify, YouTube, Palco MP3, Soundcloud, Tune-in

Quer saber o quanto as coisas se modernizaram (ou você envelheceu)? Dá uma olhadinha nas imagens abaixo, se você é capaz de reconhecer pelo menos metade delas, tenho péssimas notícias pra você…

01 – Você é da época que ao invés de Zumba, as pessoas iam a academia fazer aula de “Axé Bahia”?

01

02 – Só quem teve uma dessa entende o significado da palavra “Chulé”

02

03 – Quem aí nunca comeu um desse em questão de minutos? Adeus dentes saudáveis

03

04 – Aposto que você já tomou refrigerante numa caneca do piu piu… Ai que saudades!

04

05 – Maior curiosidade da minha vida era saber o que havia dentro da garrafinha.

05

06 – Bichinho da parmalat, será que alguém ainda tem a coleção completa?

06

07 – A febre da infância era comprar salgadinho só pra colecionar Tazos

08 – Duvido que você não dançou e cantou o “mexe mexe lá” hahaha

09 – Que saudades de escutar Os travessos, Sampa Crew, Zezé Di Camargo… KKKKK

09

10 – Ostentação era chegar com essas balas na escola

10

Como você tem organizado sua casa (e sua vida)?

E aí, turma. Tudo bem com vocês?

A verdade é que vida nenhuma prospera se estiver pesada e intoxicada. Porque “existem fios invisíveis que nos ligam à tudo aquilo que possuímos”. Já pensou em organizar e desapegar do que está ocupando espaço e bagunçando seu dia a dia?

AS TOXINAS DA CASA SÃO:

objetos que você não usa,
roupas que você não gosta ou não usa há tempos,
coisas feias,
coisas quebradas, lascadas ou rachadas,
velhas cartas, bilhetes,
plantas mortas ou doentes,
recibos/jornais/revistas, antigos,
remédios vencidos,
meias velhas, furadas,
sapatos estragados..
velharias de todo tipo que te ligam ao passado.

BAGUNÇA

COMO ISSO TE AFETA:

No porão e no sótão, as tralhas viram sobrecarga;
Na entrada, restringem o fluxo da vida;
Empilhadas no chão, nos puxam para baixo;
Acima de nós, são dores de cabeça;
Sob a cama, poluem o sono
Espalhadas pela casa, entulham a vida.

REFLEXOS DA ORGANIZAÇÃO:

A saúde melhora;
A criatividade cresce;
Os relacionamentos se aprimoram;
Há maior capacidade de raciocínio;
Leveza no espírito e no humor

bem estar

PERGUNTAS QUE AJUDAM “LIMPAR” A VIDA:

Por que estou guardando isso?
Será que tem a ver comigo hoje?
O que vou sentir ao liberar isto?
… e vá fazendo pilhas separadas…
Para doar!
Para jogar fora!

A LIMPEZA DE DENTRO REFLETE POR FORA

livre-se de barulhos,
das luzes fortes,
das cores berrantes,
dos odores químicos,
dos revestimentos sintéticos,
do que traz lembrança triste…
libere mágoas,
pare de fumar,
repense o uso da carne,
termine projetos inacabados.

FAÇA UMA LIMPEZA GERAL

lixo
consertos
reciclagem
em dúvida
presentes
doação

Comece por gavetas e armários e conclua cada cômodo (ou cada categoria de , segundo método KonMari), faça tudo no seu ritmo… Enquanto faxina observe as mudanças acontecendo em VOCÊ. À medida em que limpamos nossa casa física, também colocamos em ordem nossa mente e coração! Gostou da dica? Que tal colocar em prática e depois me dizer o que mudou?

 

Sua vida está realmente pior que a do Goleiro Bruno?

Nos últimos dias vi alguns amigos postarem ou compartilharem em suas redes sociais a seguinte frase:

“O goleiro Bruno já arrumou um emprego. Talvez o que falte no meu curriculum seja um homicídio qualificado com ocultação de cadáver.”

É sério que vocês estão se comparando a uma pessoa que carrega em sua história a acusação de ser o mandante do assassinato da modelo Eliza Samudio? É sério mesmo que o fato de estar desempregado ou seu curso superior não ter te inserido em um bom emprego parece pior que estar envolvido na morte de um ser humano?

É até presumível que as pessoas se sintam indignadas que o sistema judiciário tenha decretado sua liberdade, mas o fato dele ter se envolvido em um homicídio não o desqualifica profissionalmente. E antes que você me diga: “Ah Fernando, tá com pena dele, leva pra sua casa” eu já lhe respondo francamente que acredito bastante em um trabalho de recuperação e reinserção da comunidade penitenciária na sociedade, ou do contrário passaremos o resto de nossas vidas usando branco na virada do ano, desejando paz e amor entre os homens mas na hora de colocar tais desejos em prática queremos mais é que o próximo se f*d@!

Longe de mim querer ser o ‘caga-regras’ sobre o que as pessoas publicam ou compartilham, até por que posto dezenas de bobagens (que nem sempre coincidem com o que realmente penso) nas minhas redes, agora usar desse tipo de comparação boba pra se inferiorizar em relação a ele é no mínimo não acreditar no próprio potencial. #Oremos

1489184463_907431_1489184733_noticia_normal_recorte1

 

E se Jesus se deparasse com a travesti Dandara?

Nesta semana um vídeo que retrata a bestialidade da alma humana invadiu o Facebook, nos fazendo refletir até que ponto o homem é capaz de ser cruel e intolerante. A travesti Dandara dos Santos (42), foi brutalmente espancada e assassinada no dia 15 de fevereiro, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. (mais detalhes AQUI).

Diversos amigos fizeram posts lamentando o caso. Nunca vi Dandara, não era minha amiga ou conhecida, mas era um humano, assim como eu, você ou qualquer outra pessoa que você conheça. E a gente não precisa ser amigo ou parente para ter compaixão por alguém. Eu sinceramente havia pensado em não publicar nada sobre isso, mas percebi que se a gente se cala diante deste tipo de situação acaba formalizando a “normalidade” desse tipo de acontecimento, e isso não é pra ser assim.

O avanço na onda de homofobia em nosso país é cada dia mais alarmante. Ainda em Fevereiro outra travesti foi espancada e jogada de cima de um viaduto por vários homens. Sim, você não leu errado, ela foi jogada de cima de um viaduto, ainda está internada em um hospital aqui de Fortaleza.

Você escolhe o time que quer torcer, qual cor de roupa mais gosta de usar, se prefere ouvir música ao invés de ver TV… As pessoas são assim, possuem gostos e preferências distintas, o que tem muita gente sem entender é que orientação sexual não é uma “preferência”, ninguém é lesbica, gay, travesti ou transexual por livre escolha. Eu também consigo digerir que há quem não entenda ou aceite a orientação sexual alheia, afinal é uma questão que envolve múltiplos fatores, o que eu realmente não posso aceitar é que sua falta de entendimento se estenda aos direitos de pessoas LGBT, incluindo o direito a vida.

Ver ou saber de notícias como estas acima me dá um misto de tristeza e impotência inimaginável. Lamento que uma parcela da sociedade tenham seus preconceitos pessoais agravados por falta de acesso a cultura, a leitura e a falta de formação acadêmica. Mas eu lamento ainda mais que as pessoas se deixem levar pelo discurso de ódio de políticos fascistas e líderes religiosos fundamentalistas. É nas mãos destes nobres senhores que é derramado dia após dia o sangue de quem é vítima desse tipo de pensamento odioso.

E se a pauta é religião, eu gostaria que você deixasse de lado os versículos que você decorou e me respondesse apenas uma única questão: o divino mestre da Galileia em seu tempo, se fez presente entre pecadores, leprosos, pobres e demais classes segregadas pela “família tradicional” daquela época. Nos dias atuais, ele apedrejaria ou se transformaria em amigo de uma travesti?

17155435_1251577651592364_5807040192161695617_n