07 dicas e cuidados para deixar a sua barba bonita

page

Na imagem acima, temos ninguém menos que Chris Evans, Malvino Salvador, Michael Fassbender, Reynaldo Gianecchini, Liam Hemsworth e Bruno Gagliasso. O que todos eles tem em comum além do fato de serem atores? Tá na cara que é a barba (que trocadilho infame hahaha). Nos últimos anos, a barba tem ganhado espaço na construção da imagem masculina da mesma forma que o cabelo é importante para a identidade feminina.

Engana-se quem pensa que ter uma barba bonita é tão somente deixar crescer e pronto. Aliás, não é a toa que cosméticos masculinos, barbearias especializadas e uma série de outros serviços complementares vem ganhando espaço nesse nicho de mercado. Afinal, vaidoso ou não, qual homem não quer se sentir mais bonito? Mas vamos ao que interessa. Abaixo estão 07 dicas e cuidados que vão facilitar sua vida e te levar ao mundo dos barbudos. Confira!

01 – CRESCIMENTO DA BARBA
Um dos grandes segredos para seus pelos faciais se desenvolverem mais rápido está no cuidado com a pele. Quanto mais bem cuidada for a pele e o corpo, melhor a barba se desenvolverá. Passar produtos adequados de limpeza, como os sabonetes esfoliantes, que ajudam a manter a pele limpa e sem vestígios de pele morta, ajudam a deixar o terreno mais saudável para o crescimento da barba.
Além da limpeza da pele, também é importante manter uma alimentação adequada. Quanto melhor você comer, maiores são as chances de sua barba crescer mais rápido. A proteína é um passo importante. Alimentos proteicos costumam ser ricos em biotina, que ajudam no desenvolvimento de pelo. Por isso, não tenha medo de comer alimentos como fígado, couve-flor, feijão, cenoura, farinha de soja, ovos e cereais. Uma dica pouco lembrada é o exercício físico. Os exercícios de perna, por exemplo, são ótimos para aumentar a testosterona no corpo, hormônio que é responsável, entre inúmeras coisas, pelo crescimento de barba.

02 HIGIENE

03(Imagem: @barbeiromoderno)

Independente do tamanho de sua barba (seja ela curta, média ou longa), é fundamental lavar periodicamente. E se tratando de lavar, nem pense que só passar água durante o banho é o suficiente. Isso porque assim como outras partes do corpo, a barba está sujeita a acumulo de germes. É possível optar por sabonete liquido bactericida (encontrado em farmácias) ou outros produtos:

  • Shampoo para barba: limpa e hidrata a barba e a pele embaixo dela;
  • Balm de barba: para cuidar da barba que ainda está crescendo, tirando coceiras e irritações;
  • Óleo de barba: quanto maior a barba, mais difícil vai ficando a hidratação natural nas pontas dos pelos. Esse tipo de produto deixa a hidratação mais homogênea e a barba mais macia;
  • Cera de bigode: porque não temos pelos só no queixo, esse tipo de produto serve também para domar a bigodeira entre o nariz e a boca;
  • Loção pós-barba: ajuda a fechar os poros, revitalizar a pele e absorver a oleosidade;
  • Creme de barbear: hidrata, refresca, lubrifica e protege a pele.

03 – BARBEANDO

05(Imagem: @britishmasterbarbers)

Antes de qualquer coisa, cuidado com o orientações para que a barba seja feita ao contrário (também conhecidos por alguns como “escanhoar”) fazem os pelos crescerem mais fortes. Dependendo do grau de sensibilidade da pele, pode ocasionar inclusive a inflamação do pelo (foliculite). O ritmo de crescimento dos pelos pode variar de pessoa para pessoa, se você prefere que a barba esteja curtas o ideal é aparar a cada duas semanas (consequentemente aumentando o tempo em que você se barbeia para manter assim a barba mais longa).

04 FORMATO ADEQUADO

07(Imagem: @londonschoolofbarbering)

Cavanhaque, bigode, costeleta, barba cheia ou desenhada. São vários os formatos a sua escolha, o mais importante é saber qual destes tipos de barba é o mais adequado para você levando em consideração o formato do seu rosto.

Rosto Redondo: Se o objetivo é alongar o rosto e disfarçar os traços arredondados, a dica é concentrar o volume de barba na parte de baixo do rosto, próximo ao queixo. As linhas retas dos pelos do pescoço e lateral suavizam o formato do rosto e o pouco volume nas bochechas e cavanhaque são os indicados para que você pareça mais magro.
Barbas recomendadas: cavanhaque
Evite: costeletas e muita barba na bochecha

Rosto Triangular: Este tipo refere-se aos rostos mais largos nas têmporas e afinando até um queixo mais pontudo, assemelhando a um triângulo invertido. A dica é camuflar um pouco o queixo, deixando com uma barba mais cheia nas laterais. Com ela desenhada, basta aparar os fios com tesoura e fazer a marcação na máquina.
Barbas recomendadas: barba cheia e ralinha (por fazer), bigode
Evite: cavanhaques longos ou grandes barbas

Rosto Quadrado: Um maxilar quadrado, rosto amplo e proeminente, esta são as principais características do rosto quadrado. O recomendado é dar um pouco mais de comprimento ao rosto, adicionando largura e peso. Você pode quebrar as linhas retas, dando mais curva ao demarcar o desenho. A barba tradicional é uma ótima pedida aqui.
Barbas recomendadas: cavanhaque (alonga e emagrece) e barba tradicional por fazer (rala) ou mais cheia.
Evite: barbas tradicionais quadradas.

Rosto Retangular: Os rostos retangulares são mais finos e angulares do que os quadrados. O objetivo é equilibrar os atributos, reduzindo o comprimento da face e criando a ilusão de que é mais oval.
Barbas recomendadas: barba tradicional rala e mais cheia
Evite: cavanhaque

Rosto Oval: Este é considerado o rosto coringa, pois é o mais fácil de trabalhar e todos os formatos de barba funcionam aqui. Aqui o que mandará será seu estilo de penteado ou mesmo outfit escolhido.
Barba recomendada: todos os tipos
Evite: estilo de barba que não seja condizente com seu estilo geral

05 – PELOS NA REGIÃO LABIAL

08(Imagem: @schorembarbier)

A pior coisa que pode acontecer para os homens de barba é deixar os pelos da região labial crescerem desenfreadamente e sem cuidado. Além de se tornar esteticamente feio e passar uma imagem de ‘sujeira’, a boca é uma região que entram muitas bactérias no decorrer do dia e o contato com o bigode, por exemplo, pode piorar isto. Esteja sempre aparando o contorno da boca para não deixar os pelos caindo lá dentro.

06 – ÍTENS IMPORTANTES PARA CUIDAR DA BARBA

 

 07 – LÂMINA DE BARBEAR OU MÁQUINA DE BARBEAR?

10(Imagem: @newyorkbarbershop)

Vantagens da Lâmina de Barbear:
●  As lâminas são muito mais baratas que a máquina de barbear
●  Caso sua pele não se adapte bem ao aparelho, o seu prejuízo será menor
Vantagens Da Máquina De Barbear:
●  Apesar de mais cara, a economia será muito maior com o passar do tempo
●  A máquina de barbear causa menos irritações à pele que os aparelhos tradicionais

 

BÔNUS: Tutorial de como aparar e modelar a barba

Fontes:

Manual do Homem Moderno | Mens Market Blog | Tipos de Barba | Beard Brother Hood

Quando é hora de uma Rainha partir…

19366367_1546452612072341_2339556643507963125_n

Em certos momentos da vida, nosso coração se esforça para não se tornar aquele tipo de criança teimosa, que tampa os ouvidos e canta “la la la” quando é repreendida pelos pais, o meu insiste em ficar assim hoje.
Recebi a notícia da morte dessa que considero uma das maiores interpretes que o cenário forrozeiro já teve: Eliza Clívia. Aos que não a conhecera, digo que foi vocalista dos tempos áureos da banda Cavaleiros do Forró. Ouso ainda a dizer que ela fez parte da minha vida de uma forma que nunca poderei contá-la.

Eliza gentilmente emprestou sua voz e seu enorme talento para dezenas de canções que marcaram a vida de muitas pessoas, inclusive a minha. “Minha Carregada” foi capaz de me distrair durante uma grande desilusão amorosa com versos que eu jamais serei capaz de esquecer.
Graças a ela (e ao seu trabalho na ‘Cavaleiros’), conquistei grandes amizades, dentre estas, ganhei um irmão que estará sempre comigo para sempre, o Rivaldo Rocha.

Alias, com o Riva eu sempre brincava dizendo que após tomar banho, enrolava minha toalha na cabeça e dublava a música “Mar de Doçura” em frente ao ventilador. Mas e agora, como vou ter coragem de ouvir essa música sem me lembrar da doce Eliza?
Sim, Eliza se foi, vitimada por um triste acidente de trânsito. Ao mesmo tempo digo que ela estará sempre entre nós, graças ao seu talento e a história inapagável que ela escreveu com seu trabalho.
Fique em paz, Eliza, sentiremos saudades…

Empresas Gay-friendly – Apoio à diversidade ou oportunismo publicitário?

Em decorrência do Dia Internacional do Orgulho Gay, celebrado em 28 de junho em diversos países ao redor do mundo, o mês de junho vem sendo marcado por ações que visam a luta por direitos e respeito à diversidade. Neste contexto, o termo norte-americano “Gay-friendly” passou a ser utilizado em diferentes partes do mundo (inclusive no Brasil), como referência aos lugares públicos e estabelecimentos privados que são receptivos a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transgêneros).

Empresas de diferentes segmentos (algumas inclusive de alcance global) têm explorado o termo  “gay-friendly” através de suas estratégias de marketing para que possam atingir este tipo de público. Porém, apoiar abertamente a causa LGBT tornou-se motivo de destaque positivo (e negativo) para algumas delas.

No ano de 2015 a campanha de Dia dos Namorados do Boticário que mostra diferentes tipos de casais, heterossexuais e homossexuais trocando presentes, virou alvo de protestos e ameaça de boicote à marca nas redes sociais e até de denúncia ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

Alvo de protesto em 2016, a marca C&A lançou uma coleção de roupas que se destinava a defender a moda sem gênero. O que a empresa não esperava era a reação da cantora gospel Ana Paula Valadão, através de suas redes sociais, a pastora fez um pedido de boicote contra a empresa. Na publicação ela ainda se disse indignada com a “passividade das pessoas em aceitarem a imposição da ideologia de gênero (sic)” e chamou todos que “conhecem a Verdade Imutável da Palavra de Deus” para não ficarem calados e boicotar a marca.

CORES A MOSTRA

Depois do enorme sucesso com as florzinhas que apareciam ao usar a ‘reaction’ de “Gratidão” no Dia das Mães, o Facebook resolveu dar continuidade nas reações em datas comemorativas. Recentemente a rede social disponibilizou novos recursos aos usuários em celebração ao mês da diversidade. Um destes recursos é a bandeira de arco-íris, inserida como opção no menu de reações e que pode ser utilizada em posts e comentários.

imagem 01 (Imagem: Reprodução)

Quem também apostou alto e se engajou na luta pela diversidade foi a marca Doritos. O salgadinho ganhou uma versão colorida (e limitada), chamado “Doritos Rainbow”, resultado de uma parceria entre a empresa e o projeto It Gets Better, que atua na prevenção ao suicídio de jovens da comunidade LGBT. Inspirado na bandeira LGBT (verde, azul, roxo, vermelho e laranja), o salgadinho contará com coloração diferente da versão tradicional. Todo o valor arrecadado com as vendas desta edição limitada será doado para o projeto It Gets Better.

 

 

No próximo dia 18 Junho, acontece a 21ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Segundo os organizadores do evento, estima-se que 3.000.000 milhões de pessoas tenham participado na edição de 2016. Figurando entre os patrocinadores oficiais do evento, a Skol lançou recentemente a campanha #PraCegoVer. Nela um vídeo mostra a latinha de Skol com a seta mudando de cor para vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e roxo. Depois, a seta fica colorida com o padrão da bandeira do orgulho LGBT, uma listra de cada cor. Aparece a frase: SKOL, redondo é ser aliado.

imagem 03

O assunto é bastante extenso, maior ainda é o questionamento: em termos gerais, quais empresas realmente apoiam questões da diversidade? Não resta dúvida que todo esforço em despertar a conscientização sobre respeito ao público LGBT é importante, entretanto, todas elas mergulham de cabeça na diversidade ou estão apenas querendo lucrar com base num nicho específico de mercado?

Somente uma pesquisa detalhada pode apurar se as últimas campanhas apresentadas são prova de empresas realmente comprometidas com a diversidade. Contudo, há uma parcela de médias e grandes empresas que não somente apoiam a causa. Todos os anos a DiversityInc publica uma lista com as 50 melhores empresas que desenvolvem práticas de inclusão e apoio a diversidade. Grupos como Sodexo, Mastercard e P&G fazem parte desta lista. (Fonte: Exame)

#KarolConka – Conheça a ‘negrita’ que dá um show de música e empoderamento

Sinceramente não sei como iniciar esse texto para falar sobre Karol Conka (que normalmente é procurada no google como “Carol com K”). Além de dona de um visual maravilhoso, a cantora Karoline dos Santos Oliveira também compõe, é atriz, produtora, modelo e apresentadora.

karol conka

(Imagem: Reprodução)

Assim como quase todo mundo, conheci a Karol (aqueles que já faz a linha íntima haha) através da música #Tombei. Já que é pra tombar, o hit superou a marca de 7 milhões de visualizações no Youtube e venceu nada menos que dois prêmios Multishow.

Mas engana-se quem pensa que a cantora curitibana de 29 anos se resume a uma batida chiclete que anima baladas noite afora.  Desde o lançamento de ‘Tombei’, muita coisa vem mudando na vida (e carreira) de Karol. Convidada para fazer shows no exterior, ela acabou chamando a atenção da crítica internacional ao emplacar a música “Boa Noite”, trilha do jogo “Fifa 14”. Recentemente esteve entre as convidadas do “Conversa com Bial” (programa onde é uma das colunistas fixas).

Tive o privilégio de assistir ao show da Karol durante o evento Maloca Dragão que aconteceu durante o mês de abril. O que posso dizer é que se já curtia o som, saí de lá totalmente fã. “Batuk Freak” é o título do seu álbum de estreia, aliás, é muito válido ressaltar que das doze faixas presentes no cd, onze delas são de autoria da rapper brasileira. Bom, eu sou suspeito para falar sobre qualquer uma das faixas (embora eu tenha uma paixão por “Maracutaia”), então deixo que vocês experimentem, depois comenta aí o que achou, combinado!?

Fui roubado (mais uma vez) em Fortaleza

Eu nem deveria estar escrevendo essa meia dúzia de palavras pra choramingar atenção de vocês. É que a gente acaba se questionando: “De novo, isso? Até quando?” Ontem ao sair da faculdade resolvi pegar um ônibus (linha 024 – Unifor/Terminal da Lagoa) diferente do que normalmente uso (Linha 066 – Papicu/Parangaba). Estava exausto, foi o primeiro que passou e assim embarquei, contente por conseguir ir sentado para casa.

Pra minha infelicidade em certa altura do caminho, o carro foi tomado por 3 jovens (popularmente chamados de “pirangueiros” aqui em Fortaleza). Um rapaz e duas moças, que protagonizaram uma dessas cenas que a gente torce pra sofrer de perda de memória. Que situação horrível, angustiante. Uma delas estava com uma faca dessas que usada pra tratar peixe.

Levaram meu telefone, nada que eu não consiga comprar novamente em 10 suaves parcelas no cartão de crédito. Talvez junto com o aparelho tenha ido um pouquinho da energia de quem acorda cedinho pra tentar ser alguém na vida pelo próprio esforço.
É bem triste enfrentar a situação de violência em que Fortaleza vem se afundando há longos anos. Por coincidência na semana passada mostrei ao amigo Álvaro Campos um link do Buzzfeed em que a cidade de Maracanaú (vizinha a capital cearense), figura entre as 10 mais violentas do país.

Eu realmente lamento bastante, sabe? Não só pelo prejuízo financeiro (ainda que este seja o segundo celular roubado), nem somente pelo abalo emocional. Eu fico triste pela falta de um sistema educacional de qualidade, pelo péssimo saneamento nos bairros mais pobres, por faltar acesso a cultura aos menos favorecidos, por programas sociais e oportunidade de trabalho que possam ressignificar a vida do trio que arrisca a própria vida (e a dos outros) em troca de meia dúzia de celulares.Lamento bastante mas ainda sou parte do time que acredita no direitos humanos, a quem parte da sociedade rosna ferozmente e afirma que “defende vagabundo”.

Ninguém foi machucado nessa muvuca toda, embora tenham levado a bolsa de uma passageira com todos os seus pertences. Vê-la descer na parada de ônibus, desorientada e chorando sem nada nas mãos me incomoda emocionalmente. Na hora tinha muitas mulheres (grande maioria estudantes), que ao perceber o assalto entraram em desespero e começaram a gritar, ilustrando com incrível realidade a cena filme de um filme terror.

Na hora reagi tranquilamente, mas cheguei em casa literalmente desabei em lágrimas. Felizmente o prefeito Roberto Claudio, nossos excelentíssimos vereadores, bem como o prezado governador Camilo Santana não precisam usar transporte publico e muito menos passar por isso, quem sabe eles resolvessem parar de brincar de serem gestores e olhassem pro povo. Vida que segue…

violencia