menino-beija-namorado-aniversario-pablo-vittar

[PAPO SÉRIO] Você viu essa cena absurda?

Nesta semana uma verdadeira enxurrada de prints, links e vídeos dividiram opiniões de amigos e conhecidos em grupos de Whatsapp. Pra ser bem franco, eu que sou usuário e profissional das redes sociais, me questiono até onde é vantajoso as informações serem compartilhadas e se espalharem na velocidade da luz. O ‘crime': um garoto gay com 12 anos de idade resolveu comemorar o aniversário ao lado do namorado (de 14 anos), e ao que tudo indica, a imagem da drag Pabllo Vittar estaria estampada no bolo.

menino-beija-namorado-aniversario-pablo-vittar

Eu preciso que você preste bastante atenção nesta parte do texto antes de tirar alguma conclusão precipitada sobre este post: SIM, eu realmente considero precoce um relacionamento aos 12 anos de idade (estou com 33 anos e ainda estou descobrindo o que de fato é isso) e não tenho menor gabarito pra pagar de ‘juiz da idade certa’ pra namorar.

No meio de toda essa pauta entram questões complexas que em geral sequer pensamos em discutir, isso inclui obviamente a forma como a mídia e a publicidade influenciam na sexualização e adultizacão da infância e adolescência (mas não vou ficar falando disto, se você preferir tem dois links bem interessantes AQUI e AQUI).

No meio de toda a polêmica um ponto chave precisa ser questionado: a história visualizou por que ele tem 12 anos de idade ou somente pelo fato dele ser gay? Há algum tempo atrás a atriz mirim Larissa Manoela assumiu publicamente o namoro com um colega de elenco, vale ressaltar que naquele período a jovem tinha somente 12 anos de idade. Seja bastante sincero: você viu esta história viralizar da mesma forma?

larissa manoela

Só para mais uma vez tentar digerir e entender tudo isto: quando ao assistir uma cena de beijo entre duas crianças no filme “Meu Primeiro Amor” que é exibido exaustivamente na sessão da tarde, você também se apavora e pensa que o mundo está perdido ou acha tudo muito normal, afinal o contexto heterossexual da cena não incomoda e desconstrói suas ideias?

rehost_2016_9_13_4274983e-0fc9-4018-94d1-08a602f7afa4

A gente realmente precisa com muito respeito mútuo e empatia, sentarmos pra dialogar sobre uma infinidade de assuntos deste tipo. Desde que deixemos de lado a hipocrisia e o falso moralismo que se misturam nas letras de nossas opiniões, que por sinal estão cada dia mais sem rumo.

Você não vai querer que seu primeiro encontro seja assim…

E aí, turma. Tudo bem com vocês?
Como costumamos brincar, o Twitter é o ‘país’ onde acontecem as melhores histórias. E ontem a galera resolver desabafar sobre seus piores encontros românticos (que de românticos não teve nada), usando a hashtag #DateRuim. É melhor nem tentar explicar, dá só uma olhadinha nos posts:

Como é que a gente fica depois de ler todas essas histórias…

gifs-gifs-risadas-4