[PAPO SÉRIO] Pequeno engasgo sobre a política do meu país

01

Embora eu esteja lendo um livro sobre política (Ridículo Político – Marcia Tiburi), realmente tenho andando sem vontade alguma de ver ou dialogar sobre o tema. Não que ache que o clichê “política não se discute” tenha algum fundamento neste contexto, é que realmente os fatos dos últimos anos vem fortalecendo em mim uma verdadeira “preguiça” sobre o tema.
Se antigamente usávamos a expressão “virar a página”, hoje em dia já “rolo a timeline” numa velocidade absurda quando vejo uma dessas notícias que me embrulha o estômago. E falando em notícia, ontem presenciamos mais um dos sombrios e pitorescos capítulos de nossa história.
Eu realmente não me importo se você é de direita/esquerda, se é conservador ou progressista, apenas tente acompanhar meu raciocínio: existem provas concretas (inclusive respaldadas pela perícia da polícia federal) de que um presidente está envolvido com corrupção passiva. Cabe ao STF (Supremo Tribunal Federal) iniciar investigações sobre o caso, só que para inicio do processo é necessário votação na Câmara para que deputados decidam (ou não) se o tal presidente deve ser investigado. Sim, caros colegas, é evidente que após tantos ‘jantares’ e acordos feitos às escondidas o resultado foi: NÃO VAI TER INVESTIGAÇÃO.
A todos nós que bradávamos “não vai ter golpe” resta admitir que teve golpe SIM. E golpe duplo, ou você realmente achou que o impeachment contra uma presidente democraticamente eleita alegando pedaladas fiscais era em nome do povo e do futuro do país? Pelo visto a novela de rasteiras contra o povo está bem longe de terminar.
Leis são feitas para favorecer quem as cria, partindo desta ideia é evidente que o esquema político a qual estamos submetidos trabalhará cada vez mais para blindar as velhos ratos que estão no poder, garantindo-lhes que as sedes do poder (leia-se Câmara e senado) sejam transformadas no quintal de suas casas, onde os mesmos fazem o que bem entendem.
Bom, para quem não queria falar sobre política já me estendi até demais. Se ainda me permitem uma observação: 2018 (ano que vem) teremos eleições, fiquem bem atentos quando lobos em pele de cordeiro baterem a porta de sua casa pedindo voto.
Segue o baile…

politica

02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *