[PAPO SÉRIO] Educação? Pra quê?

01

WhatsApp Image 2017-10-31 at 08.40.31

Todos os dias pela manhã tenho o hábito de verificar minhas redes sociais (quem nunca?). Como de rotina o fiz hoje logo cedo, quando vi uma amiga compartilhar o link sobre a morte de um homem em frente a uma universidade. Seria apenas mais uma notícia dessas que já nem chocam mais, e até seria caso o crime não tivesse acontecido ontem a tarde, em frente a faculdade onde estudo.

Embora eu já soubesse da notícia por meio do whatsapp (com direito a foto, áudios e detalhes do triste acontecimento), somente hoje pela manhã pude refletir sobre o simbolismo da cena. Não vou e nem devo entrar nos motivos particulares que levam um indivíduo a se envolver com drogas, no entanto é perturbador a maneira como o estado “empurra” o cidadão pra esse trágico destino, a partir do momento que lhe nega acesso a educação.

Há alguns anos subo essas escadas quase que diariamente, na tentativa de me tornar um ser humano e um profissional melhor. Me sinto incomodado que outras pessoas não possuam as mesmas condições que eu. Quão irônico e surreal ver alguém ser assassinado a tiros aos pés de uma instituição de ensino. Quantas vidas seriam poupadas se pudéssemos ver a educação democratizada no país?

Preciso alertar que talvez as postagens do meu blog se tornem um tanto repetitivas até o próximo ano, mas não dá pra ficar inerte às vésperas de um ano eleitoral quando se vive num país que só 14% dos brasileiros adultos tem acesso ao ensino superior. Não dá pra imaginar que é possível diminuir o ritmo alarmante da violência numa nação que corta 4 bilhões que deveriam ser destinados à educação e ainda tem um deputado federal que afirma que “quem não tem dinheiro não faz faculdade”.

Volto a repetir: deputados, senadores e afins, carregam as mãos sujas de sangue das vidas que se perdem todos os dias, por conta de um pais onde falta tudo e sobra corrupção.

02

Um comentário em “[PAPO SÉRIO] Educação? Pra quê?

  1. O povo está votando errado desde que o mundo é mundo, pelo que? Em troca de favores, este mesmo povo carente e por vezes criminalizado, marginal, troca sua arma por um celular, uma perereca (dentadura), em.vez de exigir que seu governante fiscalize, cumpra as metas estabelecidas em.camapnha, que procure seu eleitorado fora do período de campanha. Muito triste ver que muitas das pessoas que estão fora das faculdades foi por escolha própria, quando votou errado na campanha passada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>