Tem algum homofóbico aí?

Se tiver é melhor não clicar no vídeo… Ou melhor, clique, quem sabe esse samba não te faz mudar um pouquinho a visão das coisas. 100 anos de samba e muita coisa mudou de lá pra cá, mas uma coisa que não muda é a alegria, irreverência, o contato direto com as situações cotidianas, e a maneira como essas questões são abordadas.
O vídeo abaixo foi gravado durante o “Encontros Casuais“, no Beco do Rato. Vale a pena conferir:

 

Eu Vos Declaro

Flávio Galiza / Fernando Procópio

Eu vos declaro marido e marido
Eu vos declaro mulher e mulher
Hoje a união tem um novo sentido
Tudo é permitido casa quem quiser
O filho da mãe não é filho do pai
Tem dois pais, duas mães
Quem é quem ninguém diz
Olha eu aprendi com a vida
Família bonita é família feliz

E tanto faz se for ele com ele ou sem ele
Ou se é ela com ela
Está nos jornais hoje está nas novelas
O que importa mesmo é o bem do casal
Laço matrimonial, amor incondicional
Se houver carinho e respeito
Não há nenhum jeito disso fazer mal
Opção sexual não pode ser arbitral
Sentimento de dentro do peito
Não há preconceito que leve ao final

Casal era bem diferente
Pois antigamente isso pegava mal
Era triste quem se aventurava
Até era tachado de ser imoral
Hoje em dia isso tudo é passado
Pois na relação ninguém mete a colher
Seja de mulher com homem
De homem com homem
Ou mulher com mulher

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>