[PAPO SÉRIO] Gratidão

Não há nenhuma palavra ou forma de expressão que possa simbolizar a profundidade deste vídeo. Na mais absurda mesquinharia de nossas almas, nos devotamos todos os dias aos mais diversos anseios materiais: telefones de última geração, roupas de marca, baladas glamourosas, carro do ano e viagens para lugares maravilhosos.

Nessa ânsia de querer sempre cada dia mais, esquecemos muitas vezes que há quem queira apenas o básico pra sobreviver. Quem dera que a “Lindalva” perdida em nós pudesse acordar a cada dia, agradecendo ao Criador pelas bênçãos recebidas. Enquanto ambicionamos o materialismo desenfreado, pequenas e singelas coisas passam despercebido.

E vai muito além… Não nos basta reconhecer e agradecer pelas mínimas coisas que completam nossas vidas, é preciso olhar para o lado. Ajudar a quem precisa não é nossa escolha, é nossa OBRIGAÇÃO. Deveríamos nos envergonhar quando olhamos para o guarda-roupa repleto de peças e muitas vezes dizemos: “Não tenho nada para vestir.” Ou as insistentes dietas que nos acompanham, por estarmos alienados pela ditadura da magreza, enquanto deveríamos agradecer por termos muito mais que arroz para nos alimentar.

Nos inspiremos na pobreza para alcançar a simplicidade que engrandece nossa alma. Que a nossa casa, nosso trabalho, nossas relações interpessoais e tantas outras coisas possam ser motivo de gratidão, desde o nascer ao pôr do sol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>